Última hora

Última hora

Leyla Zana chega a Bruxelas para receber Prémio Sakharov

Em leitura:

Leyla Zana chega a Bruxelas para receber Prémio Sakharov

Tamanho do texto Aa Aa

Nove anos depois de ter recebido o Prémio Sakharov do Parlamento Europeu, Leyla Zana chegou a Bruxelas para participar na cerimónia solene, agendada para a próxima quinta-feira. A activista dos Direitos do Homem curda chegou esta segunda-feira à capital Belga, acompanhada pela filha.

Leyla Zana foi condenada, em 1994, a 15 anos de prisão, juntamente com três outros deputados curdos do parlamento turco, por pertencerem a uma “organização ilegal”. Um ano depois, o Parlamento Europeu atribuía-lhe o Prémio Sakharov para a liberdade de pensar, que foi recebido, em 1996, das mãos do então presidente do hemiciclo europeu, Klaus Hänsch, por Mehdi Zana, marido da laureada, que se encontrava em liberdade há apenas um mês. Durante a cerimónia foi lida uma mensagem escrita por Leyla Zana na prisão, na qual dizia que a atribuição do prémio dava à sua causa “o respeito internacional”. Leyla Zana deverá encontrar-se, esta terça-feira, com o presidente do Parlamento Europeu, Josep Borrel, bem como com a Comissão dos Negócios Estrangeiros, com a sub-comissão dos Direitos do Homem e com a delegação mista União Europeia-Turquia da Comissão Parlamentar. Na quinta-feira, ao meio-dia, 11 horas em Lisboa, a EuroNews seguirá em directo a cerimónia solene no Parlamento Europeu.