Última hora

Última hora

KarstadtQuelle sem acordo com sindicatos

Em leitura:

KarstadtQuelle sem acordo com sindicatos

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo alemão KarstadtQuelle e os sindicatos estão de candeias às avessas, no que toca ao anunciado plano de reestruturação. As negociações foram retomadas esta terça-feira, mas até agora não há resultados.

A administração mantém-se firme na defesa do plano, que prevê cortes salariais de cinco a dez por cento, isto para poder cortar o menos possível na força de trabalho. O porta-voz dos patrões diz que “não se pode ter tudo. Se se mantêm as regalias é impossível que não haja despedimentos. Para afastar o cenário de despedimentos, então há regalias que têm de acabar e tem que haver cortes nos salários”. Uma representante sindical diz que “só aceita um pacto sobre o emprego se os locais e os postos de trabalho forem mantidos”. Mesmo que os trabalhadores aceitem o fim das regalias, é difícil que não haja despedimentos, já que o grupo pretende vender, ou fechar, 77 lojas um pouco por toda a Alemanha. A KarstadtQuelle emprega cerca de cem mil pessoas. A KarstadtQuelle, que controla os grandes armazéns Karstadt e a Quelle, empresa de vendas por catálogo, enfrenta uma situação financeira difícil e pode mesmo abrir falência. O plano de salvamento prevê cortar os custos em 500 milhões de euros.