Última hora

Última hora

Por causa de Buttiglione socialistas poderão votar contra Comissão Barroso

Em leitura:

Por causa de Buttiglione socialistas poderão votar contra Comissão Barroso

Tamanho do texto Aa Aa

Os socialistas europeus ameaçam votar contra toda a Comissão Barroso, se Rocco Buttiglione se mantiver no mesmo cargo. Em causa, as declarações do comissário italiano, que considerou a homossexualidade como um pecado.

Martins Schulz, presidente do grupo socialista do Parlamento Europeu, foi claro: “Se Barroso continua assim, se não há mudanças na repartição das pastas, em particular, a do comissário para as Liberdades Civis, Justiça e Assuntos Internos, não vejo como será possível aprovarmos esta Comissão.” O ex-primeiro-ministro português está em périplo pelas capitais europeias. Esta quinta-feira foi recebido em Viena, pelo chanceler austríaco, Wolfgang Schuessel. Durão Barroso, sorridente e surdo às críticas dos eurodeputados, voltou a bater o pé. Diz-se “muito satisfeito” com a equipa que tem e afirmou esperar que a Comissão “receba a confiança do Parlamento Europeu.” Buttiglione, católico e ultra-conservador, recusa renunciar ao posto. Isto depois de ter dado a enteder o contrário, dizendo ter “fé suficiente para renunciar a um emprego na Comissão, se preciso for.”