Última hora

Última hora

Andreotti: Chegou ao fim um processo que parecia interminável

Em leitura:

Andreotti: Chegou ao fim um processo que parecia interminável

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo primeiro-ministro italiano Giulio Andreotti foi considerado parcialmente inocente da acusação de cumplicidade com a mafia. O Supremo Tribunal de Itália distinguiu dois períodos na vida do acusado e acabou por confirmar a decisão do tribunal de segunda instância, que reconhece uma certa disponibilidade de Andreotti para com os elementos da Cosa Nostra até aos anos 80, mas nunca traduzida em acção. A partir daí não encontra provas que o incriminem.

Com o homicídio do presidente da região da Sicília, Piersanti Matarella, nos anos 80, Andreotti mudou de comportamento face à mafia; entre outras coisas,reforçou a legislação contra o crime-organizado. O antigo chefe de governo, hoje com 85 anos, dirigiu cinco executivos de coligação, na década de 70.