Última hora

Última hora

Cava "assalta" mercado mundial dos espumantes

Em leitura:

Cava "assalta" mercado mundial dos espumantes

Tamanho do texto Aa Aa

É da Catalunha que vem esta história de sucesso. O protagonista é o Cava, o vinho espumante espanhol, equivalente local do Champanhe francês.

Mais acessível aos bolsos dos consumidores que o Champanhe, o Cava ultrapassou já, em vendas, o Asti italiano e prepara-se para atacar o trono dos vinhos espumantes, ocupado pelos franceses. Joan Juvé, presidente da confraria do Cava, declarou que “este é um grande momento para o espumante espanhol, graças à grande implementação que tem, não só na Catalunha e no resto da Espanha, como a nível mundial”. Feixenet é a marca mais conhecida e divulgada de Cava. No ano passado, a empresa teve uma facturação superior a 500 milhões de euros, com mais de 120 milhões de garrafas vendidas, mais que o gigante francês Moet et Chandon ou o rival espanhol Cordoniú. Por ano, o lucro médio é de 25 milhões de euros. Além do espumante espanhol, a Freixenet explora vinhos também em França, na Califórnia e na Austrália. Quatro quintos do que produz é para exportação e vende para 120 países. Mas “em casa de ferreiro, espeto de pau”. Em Espanha, a marca detém apenas um terço da quota de mercado dos espumantes, a par com a Cordoniú. Para muitos, apesar da qualidade, o Cava é ainda considerado como um sucedâneo, mais barato, do Champanhe. É, afinal, uma forma mais em conta de dizer “tchin tchin, à nossa!”