Última hora

Última hora

Corretora Marsh & McLennan acusada de corrupção

Em leitura:

Corretora Marsh & McLennan acusada de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

O mundo das companhias de seguros está a ser abalada pela mais recente cruzada de um procurador norte-americano.

No centro da história está a maior corretora de seguros do mundo, a Marsh & McLennan, que vai ter de responder em tribunal por alegadamente ter aceite “luvas” por parte de várias seguradoras. A alegada fraude envolve companhias norte-americanas como a Hartford ou a AIG e ainda a re-seguradora alemã Munich Re. O processo foi desencadeado pelo procurador-geral do Estado de Nova Iorque, Eliot Spitzer, que não poupou nas palavras: “Esta investigação é muito profunda e revela a forma vergonhosa como algumas das nossas maiores empresas atropelam a ética e a lei”. Spitzer tem ganho fama como inimigo número um do crime financeiro nos Estados Unidos. Tornou-se conhecido por ter movido processos a executivos de Wall Street. Recentemente, ganhou um caso contra vários bancos que estavam, supostamente, a dar informações erradas aos investidores, para estimular a especulação. No processo das seguradoras, conseguiu já uma vitória. Dois executivos da AIG confessaram-se culpados neste caso de alegada corrupção.