Última hora

Última hora

Mais um dia que começou com sangue no Iraque

Em leitura:

Mais um dia que começou com sangue no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

O dia em que para muitos começa também o Ramadão. O ataque das forças da coligação em Falujá fez vários mortos; os norte-americanos garantem que tinham como objectivo um centro de comando que age às ordens do terrorista Al Zarqawi, o homem mais procurado neste momento no Iraque.

A operação contra a cidade feudo dos sunitas foi classificada pelas tropas ocidentais de grande envergadura. O primeiro-ministro iraquiano, Yiad Alawi, tinha ameaçado a cidade com uma operação do género; os norte-americanos, apoiados pelas forças iraquianas,concretizaram-na. Várias dezenas de pessoas ficaram feridas. Falujá foi, desde sempre, um local rebelde, onde a maioria dos habitantes apoiava Saddam Hussein e neste momento está contra as forças da coligação no país.