Última hora

Última hora

Príncipe Harry dá mais dores de cabeça a família real britânica

Em leitura:

Príncipe Harry dá mais dores de cabeça a família real britânica

Tamanho do texto Aa Aa

O filho mais novo do príncipe Carlos de Inglaterra continua a dar problemas. Agora, uma antiga professora de arte garante que o Príncipe Harry recebeu uma ajuda suplementar ilegal, dela própria, para realizar o trabalho de final de curso. Depois disso, foi despedida.

A professora, Sarah Forsyth, levou o caso a tribunal onde apresentou como prova de acusação uma cassete audio onde constava uma gravação de uma conversa entre a própria e o Príncipe sem o conhecimento do último. Na fita, o Príncipe dirá algo do género:“eu só escrevi uma frase desse trabalho”. A professora de arte acusa o director do colégio de Eton, onde tudo se terá passado, de pressioná-la para ajudar o jovem príncipe. Na base dessa pressão estaria o aproveitamento escolar menos bom que comprometia a entrada Harry na Academia Militar. A família real garante que é tudo mentira, que a cassete apresentada em tribunal é praticamente inaudível e que as frases usadas pela acusação estão fora de contexto. O director do colégio de Eton diz que a professora de arte foi despedida apenas porque não era a pessoa adequada para o lugar. As audições continuam, mas mais uma vez a família real britânica está a braços com rumores que mancham o comportamento do príncipe de 20 anos, o mesmo que admitiu há dois anos ter fumado cannabis.