Última hora

Última hora

Schroeder quer intensificar negócios alemães na Líbia

Em leitura:

Schroeder quer intensificar negócios alemães na Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de Silvio Berlusconi, Gerhard Schroeder é o mais recente líder ocidental a aproximar-se da Líbia. A visita a Tripoli do chanceler alemão acontece numa altura em que o investimento da Alemanha na Líbia está mais desenvolvido que nunca.

Desde que a União Europeia levantou o embargo, são muitos os países dos Vinte e Cinco a querer fazer negócio no país do coronel Kadhafi. Só a Wintershall, uma empresa de extracção de gás e petróleo do grupo BASF, investiu já cerca de mil milhões de euros em projectos no país. Schroeder visitou, esta sexta-feira, as instalações da empresa no deserto líbio. O chanceler é acompanhado, nesta visita, por cerca de vinte empresários e directores de empresas alemãs. As relações entre a Líbia e o Ocidente foram reatadas no fim do ano passado, quando Kadhafi anunciou que iria desmantelar o programa de armas de destruição maciça.