Última hora

Última hora

Director da EADS acusa Boeing de receber subvenções para o 7E7

Em leitura:

Director da EADS acusa Boeing de receber subvenções para o 7E7

Tamanho do texto Aa Aa

Nesta guerra da aviação, a Boeing não joga limpo, acusa Philippe Camus perante as câmaras da EuroNews. Durante um encontro sobre Ciência e Espaço, realizado em Paris, o presidente executivo da EADS, a empresa europeia de Aeronáutica Espacial e Defesa, queixa-se que 60 por cento do dinheiro recebido pela Boeing provém de subvenções e isso não acontece na Airbus.

“Nós recebemos empréstimos para a Airbus, que reembolsamos segundo os regulamentos. A Boeing, por seu lado, viola claramente o acordo de 1992 e as regras da Organização Mundial do Comércio, porque recebe subvenções de vários Estados americanos. E isso é inaceitável”, lamenta. E acrescenta: “É preciso encontrar uma solução. O nosso objectivo é claro: queremos conseguir condições de competitividade equitativasm onde quer que seja que construamos aviões comerciais.” Camus insiste: uma boa parte das subvenções da Boeing destina-se ao programa 7E7. Segundo os analistas, as negociações entre os dois gigantes da aeronáutica não devem sofrer grandes avanços antes das eleições presidenciais norte-americanas, marcadas para o dia 2 de Novembro.