Última hora

Última hora

O excesso de tabaco faz mal... aos ingleses

Em leitura:

O excesso de tabaco faz mal... aos ingleses

Tamanho do texto Aa Aa

Bruxelas leva Londres ao Tribunal Europeu de Justiça, por causa do tabaco e do álcool. Em causa, a prática das autoridades inglesas de confiscar os cigarros e as bebidas compradas no continente pelos cidadãos britânicos.

Os ingleses aproveitam o facto de esses produtos serem, por exemplo, mais baratos em França do que em terras de sua Majestade, para se abastecerem e levam também para familiares e amigos, a quem revendem pelo mesmo preço. Mas as autoridades britânicas não querem saber se há ou não objectivo de lucro e aplicam sanções. Bruxelas não contesta a aplicações de sanções, mas considera que as aplicadas pelos ingleses são “desproporcionadas”. É que, além de confiscarem os cigarros e as bebidas e de aplicarem multas, os polícias britânicos vão, por vezes, ao ponto de confiscarem os próprios veículos. A Comissão estima que esta prática inglesa desencoraja os consumidores de aproveitarem ao máximo as vantagens do mercado único europeu. As regras comunitárias permitem que os cidadãos façam compras em países onde os preços são mais baixos e que não tenham de pagar direitos alfandegários quando regressam ao país de origem, se os produtos comprados forem para consumo próprio ou para vender a familiares e amigos sem objectivos de lucro.