Última hora

Última hora

Furacão Tokage afasta-se do Japão deixando rasto de destruição

Em leitura:

Furacão Tokage afasta-se do Japão deixando rasto de destruição

Tamanho do texto Aa Aa

Em menos de quarenta e oito horas a violência dos elementos provocou perto de 80 mortos e 300 feridos no Japão, levando à evacuação de mais de 18 mil habitantes. O furacão Tokage, o mais mortífero da última década no país começou esta manhã a afastar-se do arquipélago. Para trás ficam horas de tormenta, como aquelas vividas por 37 pessoas que se protegeram da violência da exurrada sobre o tecto de um autocarro, onde passaram a noite antes de serem resgatadas por equipas de salvamento.

Com um raio de acção de cerca de 500 quilómetros, o Tokage assolou a região sudoeste do país, passou por Okinawa e a ilha meridional de Kyushu e prosseguiu pela costa ocidental do país. O tufão passou ao lado de Tóquio, acossando a cidade com ventos ciclónicos e chuvas torrenciais, antes de se dirigir para o mar. Um navio com 167 passageiros a bordo, empurrado para a costa por ventos de mais de 144 quilómetros por hora, teve que ser evacuado pelas autoridades. Para além de causar o descarrilamento de um comboio nos arredores de Tóquio, que provocou apenas quatro feridos ligeiros, o Tokage causou inúmeros acidentes rodoviários, inundações e aluimentos de terras. No terreno, prosseguem as buscas pelas mais de 30 pessoas desaparecidas. O tufão obrigou à anulação de mais de 900 voos. O Tokage é o segundo e mais violento fenómeno meteorológico a atingir o país desde o início da época dos tufões, que vai de Junho a Outubro.