Última hora

Última hora

Kristiansen deixa presidência da Lego

Em leitura:

Kristiansen deixa presidência da Lego

Tamanho do texto Aa Aa

A dinamarquesa Lego, que há várias gerações entretém as crianças com os conhecidos jogos de construção à base de pequenos tijolos de plástico, está prestes a fechar um capítulo. O principal accionista e presidente da empresa, Kjeld Kirk Kristiansen, neto do fundador, anunciou que vai deixar os comandos da Lego.

Kristiansen assumiu a presidência da administração no ano passado, com o objectivo de trazer a empresa de volta os lucros, o que não foi conseguido. Prevê-se para este ano uma queda na facturação. O prejuízo deve também aumentar, dos quase 190 milhões de euros do ano passado, para cerca de 270 milhões, este ano. Nos últimos doze meses, a Lego perdeu mais de mil empregados. Para fazer face aos prejuízos, a Lego tenciona vender os quatro parques temáticos Legoland que detém, um nos Estados Unidos e três na Europa. Estes parques não devem encerrar. Vão, sim, passar para uma nova empresa, com outros proprietários, o que vai permitir à Lego concentrar-se na actividade principal: o fabrico e venda de brinquedos.