Última hora

Última hora

Juiz Garzón interroga islamistas da rede do argelino Achraft

Em leitura:

Juiz Garzón interroga islamistas da rede do argelino Achraft

Tamanho do texto Aa Aa

Em Espanha, o juiz Baltasar Garzón começou dois dias de interrogatório a dez detidos, supostamente ligados à célula terrorista que preparava um atentado contra a Assembleia Nacional espanhola.

O ataque foi evitado esta semana e o grupo desmantelado. Estes homenssão suspeitos de colaborar com o chefe dessa rede islamista, o argelino Mohammad Achraft, actualmente detido em Zurique. Segundo a imprensa espanhola, Achraft correspondia-se com Mohammad Salameh, autor do atentado do World Trade Center em 1999. As cartas foram transmitidas pelas autoridades norte-americanas à polícia espanhola. Mohammad Achraft foi detido em Setembro passado, na Suíça, por se encontrar ilegal no país, tendo em seu poder passaportes de França, Emirados Árabes Unidos, Argélia e Marrocos. Um homem com diferentes identidades cuja extradição é agora pedida por Espanha.Desde desde Julho de 1999 até Dezembro de 2002 Achraft passou pelas prisões espanholas após condenação por vários delitos. Foi durante esse período de encarceração que estabeleceu contactos com vários islamistas tendo formado o grupo que foi desmantelado na última terça-feira.