Última hora

Última hora

Kosovo vai às urnas mais dividido do que nunca

Em leitura:

Kosovo vai às urnas mais dividido do que nunca

Tamanho do texto Aa Aa

No Kosovo, o apelo ao boicote da minoria sérvia e a alta taxa de abstenção podem marcar as eleições legislativas deste sábado. As sondagens dão como favorito a Liga Democrática do Kosovo (LDK), do presidente kosovar moderado, Ibrahim Rugova, seguido do Partido Democrático do Kosovo (PDK), do antigo chefe da guerrilha, Haschim Thasci. Mas tudo indica que nenhum partido vai obter a maioria absoluta e será necessário formar um governo de coligação.

O parlamento e o executivo saídos deste escrutínio deverão fazer face às dificuldades económicas, aos conflitos inter-étnicos, para além de discutirem, a partir do próximo ano, o futuro estatuto da província sérvia, de maioria albanesa, administrada pela ONU desde 1999. Descontente com a sua segurança e representação, a minoria sérvia ameaça boicotar o escrutínio. Com uma elevada taxa de desemprego e palco de inúmeros tráficos, o Kosovo ainda não conciliou albaneses e sérvios, como ficou provado em Março último. Albaneses atacaram os enclaves sérvios, protegidos pelas forças da NATO. Os confrontos fizeram 19 mortos.