Última hora

Última hora

Tsahal volta a visar líderes do Hamas

Em leitura:

Tsahal volta a visar líderes do Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

O exército israelita matou mais dois alegados dirigentes do Hamas. Esta noite, num raide de helicóptero, uma viatura foi atingida por um míssil no norte de Gaza. Dentro seguia Adnan al-Ghoul, considerado como um dos responsáveis pelo lançamento de mísseis artesanais Qassam sobre colónias judaicas vizinhas dos campos de refugiados na Faixa de Gaza.

Um outro suspeito, Imad Abbas, foi igualmente assassinado neste raid do Tsahal.Este último ataque israelita faz subir para 4 mil 509 o número de mortos, desde o início da intifada há quatro anos. Quase três mil e quinhentos são palestinianos, os restantes 950 são israelitas. Na próxima terça-feira, o plano de retirada defendido por Sharon vai a votação no parlamento. O chefe de governo quer avançar com a retirada unilateral de 8 mil colonos da faixa de Gaza até ao final do ano que vem. O problema é que este plano tem provocado forte resistência não só da oposição, como também do próprio Likud, o partido de Ariel Sharon. De acordo com algumas sondagens que têm sido ultimamente publicadas pela imprensa, os israelitas são na maioria favoráveis à retirada total de Gaza pois consideram que já se perderam vidas e dinheiro em excesso.