Última hora

Última hora

Knesset debate retirada da Faixa de Gaza

Em leitura:

Knesset debate retirada da Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O plano de Ariel Sharon para a retirada da Faixa de Gaza começa hoje a ser debatido no Parlamento israelita. O país está dividido e mesmo no seio do executivo há posições divergentes. Ontem o governo aprovou, com treze votos a favor e seis contra, um projecto-lei que define as indemnizações aos colonos e a moldura penal para os actos violentos de contestação.

O plano do primeiro-ministro prevê o desmantelamento de 21 colonatos na Faixa de Gaza e quatro na Cisjordância. Embora o projecto-lei ontem aprovado contemple cada família de colonos com meio milhão de dólares de indemnização, os cerca 8.000 israelitas residentes na Faixa de Gaza juram não arredar pé: “Se Sharon tentar demolir uma casa de um judeu aqui em Gush Katif, nós vamos enviar-lhe a mensagem de que daqui nunca iremos sair. Creio que a única pessoa que vai ter de deixar a sua casa no final do ano é Ariel Sharon.” O debate que começa na Knesset deverá terminar amanhã com uma votação favorável a Sharon apesar de parte do seu partido estar contra. É que nesta questão o primeiro-ministro conta com o apoio da oposição de esquerda.