Última hora

Última hora

Sharon apresenta plano de retirada no Parlamento

Em leitura:

Sharon apresenta plano de retirada no Parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

Ariel Sharon começou uma das semanas mais difíceis como chefe do governo israelita, ao apresentar no parlamento o plano de retirada da Faixa de Gaza. A votação está marcada para amanhã, terça-feira.

Sharon está decidido a avançar com a separação de territórios pois considera que Israel sairá reforçado. Mas, o primeiro-ministro reconhece que é difícil para o parlamento tomar uma decisão sobre o destino de milhares de israelitas,que estão há dezenas de anos em Gaza e que foram para lá por ordem do governo. No entanto, está convencido de que sair é a melhor opção. A reacção negativa da extrema-direita no Knesset não se fez esperar. Aliás, o plano de retirada tem sido bastante criticado, não só pela oposição como dentro do próprio partido – o Likud. Enquanto Sharon discursou, foram várias as vezes que se viu obrigado a parar de falar devido aos protestos dos deputados. O próprio presidente do Knesset teve de intervir mais do que uma vez para acalmar os presentes. O plano prevê a retirada de 8 mil colonos de 21 enclaves fortificados na Faixa de Gaza, mais algumas centenas de pessoas de quatro dos 120 colonatos na Cisjordânia. O documento de Sharon inclui ainda o pagamento de indemnizações aos colonos que vão sair. Mas mesmo assim, a maioria não quer partir. Manifestações multiplicam-se um pouco por todo o lado, há mesmo quem considere que a retirada se assemelha a uma deportação de judeus.