Última hora

Última hora

Emprego cresce em Espanha

Em leitura:

Emprego cresce em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

A taxa de desemprego no último trimestre, em Espanha, foi a mais baixa dos últimos três anos. Durante o período de Julho a Setembro, o número total de desempregados foi pouco superior a 2.131.000. Foram criados, durante esses três meses, mais de 190.000 novos postos de trabalho.

Os números satisfazem o Governo, como explica o Secretário de Estado da Economia, David Vegara: “Não há uma desaceleração da economia, como muitos querem fazer crer. Estes últimos dados, depois de um segundo trimestre relativamente fraco, permitem-nos recuperar uma taxa de criação de emprego muito boa”. A taxa de desemprego, no último trimestre, foi de 10,5 por cento, em queda relativamente aos 10,9 do trimestre anterior. O valor tem vindo a cair desde o início do ano. Nos primeiros três meses, foi de 11,4 por cento, ligeiramente acima da média de 2003. Foi, sobretudo, entre as mulheres que o emprego mais cresceu.Dos novos empregos criados, a grande maioria deles refere-se a contratos a prazo e estágios… 56. Esta operária diz que este é o trabalho que quer, mas não tem outra hipótese se não trabalhar com este tipo de contrato. Foi no sector dos serviços que o emprego mais cresceu… muito mais que na indústria ou na construção civil… A agricultura foi o único sector onde o emprego recuou.