Última hora

Última hora

Barroso admite substituir comissários

Em leitura:

Barroso admite substituir comissários

Tamanho do texto Aa Aa

Esta sexta-feira, e pela primeira vez, Durão Barroso admitiu a possibilidade de substituir alguns dos comissários da sua equipa. O eleito presidente da Comissão Europeia deixou antever essa hipótese em conversa com o presidente em exercício da União, à margem da cerimónia de assinatura da Constituição Europeia. Jan Peter Balkenende, por seu lado, garantiu a Barroso que ele continua ter a confiança dos Vinte e Cinco.

Na quarta-feira, o ex-primeiro-ministro português retirou a sua equipa, a tempo de evitar um chumbo no Parlamento Europeu. E pediu mais tempo para reorganizar o colégio de comissários. Agora, aos jornalistas, Barroso garantiu que vai “começar as consultas com alguns Estados membros e forças políticas do Parlamento Europeu” e que “o objectivo é apresentar uma Comissão que mereça um forte apoio do Parlamento e a total confiança do Conselho.” No epicentro da crise, Rocco Buttiglione, indigitado para a Pasta da Justiça e Liberdade, mas que chocou o Parlamento com as suas declarações homofóbicas e machistas. Não há, para já, datas oficiais para a apresentação da nova equipa, mas o ainda presidente da Comissão, Romano Prodi, diz que Barroso prometeu fazer um esforço para tê-la pronta até 17 de Novembro.