Última hora

Última hora

Foi morto o número dois de Bagdad

Em leitura:

Foi morto o número dois de Bagdad

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-governador de Bagdad foi assassinado esta manhã. Um grupo de homens armados, não identificado, abriu fogo sobre a viatura que transportava Hassan Kamel Abdel Fattah. Dois dos seus guarda-costas ficaram feridos na sequência do ataque que teve lugar no bairro de Dora. Ainda não surgiram reivindicações. Mas este poderá ser mais um atentado destinado a atingir os colaboradores do governo interino, acusado pela resistência radical de cooperar com os americanos.

Fora de Bagdad, é em Ramadi e Falluja que os confrontos são mais sangrentos. Em Ramadi, pelo menos um marine americano foi abatido e outros quatro ficaram feridos durante os combates nesta cidade rebelde, considerada uma das praças-fortes do jordano Abu Mussab al-Zarqawi. Mas é no bastião sunita, Falluja, que o homem acusado de ser o responsável pela Al-Qaeda no Iraque tem as fileiras mais cerradas. O exército americano desencadeou ontem um raide aéreo, sem grandes consequências. E ameaça levantar uma operação conjunta de grande envergadura a qualquer momento, na cidade onde oito marines morreram, no passado sábado. Finalmente, em Tikrit registou-se um atentado a um hotel, no qual morreram, pelo menos, quinze pessoas.