Última hora

Última hora

Indústria da Zona Euro abranda em Outubro

Em leitura:

Indústria da Zona Euro abranda em Outubro

Tamanho do texto Aa Aa

A indústria da Zona Euro cresceu, em Outubro, ao ritmo mais baixo dos últimos dez meses. O índice dos directores de compras da Zona Euro, calculado pela Reuters com base em entrevistas a 3000 executivos, cresceu pouco mais de um ponto.

Esta desaceleração deve-se, em primeiro lugar, à quebra na procura por parte da China, que nos últimos tempos tem sido um dos motores da economia mundial. Esta procura está a cair e prevê-se que a tendência se mantenha no resto do ano, depois de o Banco Central do país ter subido as taxas de juro. A subida nos preços do petróleo está também a atrasar o desenvolvimento da indústria na Eurozona. A alta nas cotações do barril está a abrandar o crescimento económico e também a fazer subir a inflacção. Um outro factor que está a ter um efeito na indústria dos Doze é a alta do euro, face ao dólar. O euro, demasiado forte, está a pesar nas exportações e fez cair os índices industriais de França, Alemanha e Itália.