Última hora

Última hora

Theo Van Gogh foi assassinado

Em leitura:

Theo Van Gogh foi assassinado

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos mais famosos realizadores holandeses, Theo Van Gogh, foi assassinado durante a manhã, em Amesterdão. O realizador, trisneto do irmão do pintor Vicente Van Gogh, tinha 47 anos e era conhecido pelas posições radicais traduzidas nos seus filmes. Um deles, chamado “Submissão”, levantou uma forte polémica no meio islâmico holandês, por retratar a vida de uma mulher muçulmana abusada pelo marido. O cineasta chegou mesmo a receber ameaças de morte.

O primeiro-ministro holandês, Jan Peter Balkenende, condenou de imediato o assassinato e afirmou: “A liberdade de opinião inscrita na nossa Constituição é crucial para cada um de nós e para todos nós. A polícia vai iniciar uma vasta investigação mas ainda é cedo para tecer comentários.” O crime teve contornos particularmente violentos: Van Gogh foi primeiro apunhalado e depois baleado. Um suspeito foi detido. O homem, de 26 anos e com dupla nacionalidade holandesa e marroquina, deixou uma nota junto ao corpo mas o seu conteúdo não foi revelado. Por outro lado, Van Gogh tinha acabado de concluir um filme sobre Pim Fortuyn, o controverso político holandês de extrema-direita, morto em Maio de 2002. O realizador era um crítico da sociedade multicultural holandesa.