Última hora

Última hora

Ohio é o Estado decisivo

Em leitura:

Ohio é o Estado decisivo

Tamanho do texto Aa Aa

Em 2000, houve uma Flórida. Em 2004, há um Ohio. É o Estado que pode decidir tudo. Os votos estão praticamente todos contados. Bush lidera com uma margem de mais de 130 mil boletins.

No entanto, falta contar os votos por correspondência e os provisórios, isto é, os das pessoas que não estão registadas nos cadernos eleitorais, por razões diversas, mas que reclamam esse direito. Ao todo, haverá 250 mil votos nestas circunstâncias, o que pode fazer pender os decisivos vinte lugares no Colégio Eleitoral para qualquer das partes. Ken Blackwell, secretário de Estado do Ohio, republicano, pede “muita calma”, porque a contagem destes sufrágios tanto pode demorar “duas horas, como duas semanas”. Blackwell garante que, no final, os resultados serão “de confiança” e que, entretanto, não pode haver lugar para especulações. Há quatro anos, a Flórida ficava colada à imagem do impasse. Demorou mais de um mês até a vitória ser atribuída a Bush, por uma diferença de 537 votos.