Última hora

Última hora

Agonia de Arafat em Paris

Em leitura:

Agonia de Arafat em Paris

Tamanho do texto Aa Aa

São tudo menos claras as informações relativas ao estado de saúde de Yasser Arafat, hospitalizado nos arredores da capital francesa. Esta manhã, a delegada palestiniana em Paris afirmou que o presidente da Autoridade Palestiniana “está entre a vida e a morte, mas num coma reversível”. Leila Chaid negava, assim, as informações avançadas por fontes médicas francesas, segundo as quais, Arafat encontra-se num estado de “morte cerebral” ou “coma profundo de grau VI”, por isso, irreversível, e que a sua vida era mantida artificialmente.

No exterior do hospital militar em Clamart, a noite foi de vígilia para dezenas de simpatizantes de Arafat, munidos de velas e bandeiras palestinianas. Desde que Yasser Arafat, de 75 anos, chegou a Paris, os médicos ainda não conseguiram fazer um diagnóstico. No entanto, segundo Leila Chaid, já excluíram a hipótese de leucemina, hemorragias ou cancro no estômago.