Última hora

Última hora

7 de Novembro é pela última vez feriado na Rússia

Em leitura:

7 de Novembro é pela última vez feriado na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma data, duas celebrações, num feriado que vai desaparecer do calendário russo. A 7 de Novembro recorda-se a marcha dos soldados na Praça Vermelha, em 1941, antes da partida para a frente de batalha. A 7 de Novembro celebra-se o arranque da Revolução de Outubro.

Depois do final da União Soviética, o 7 de Novembro passou a ser o Dia do Acordo e da Reconciliação. Agora Vladimir Putin mudar o feriado, já no próximo ano, passando o dia da reconciliação nacional a ser 4 de Novembro, data da vitória numa guerra contra a Polónia, em 1612, que colocou um ponto final no caos bolchevique na Rússia durante três séculos. É também a data do nascimento de Alexander Kolchak, o almirante responsável pela frota do mar negro na Primeira Guerra Mundial, que acabou fuzilado durante a revolução. A cada ano que passa, é menor o número de comunistas que celebra o 7 de Novembro, no sul de Moscovo, em frente da estátua de Lenine. Este ano, os cerca de 10 mil participantes aproveitaram para protestar contra a supressão do dia feriado, mas também contra as reformas políticas de Vladimir Putin. Para Guennadi Ziouganov, o número 1 do PC russo, “A União Soviética era cem vezes mais democrática que o regime Putin”.