Última hora

Última hora

Egipto e dirigentes palestinianos preparam funeral de Arafat

Em leitura:

Egipto e dirigentes palestinianos preparam funeral de Arafat

Tamanho do texto Aa Aa

Antes de começarem a abrir a sepultura de Yasser Arafat, os palestinianos rezaram, como manda a tradição. As escavadoras iniciaram os trabalhos ao final da manhã, começando a remover os destroços dos três anos e meio em que Arafat esteve confinado na Muqata, onde será finalmente enterrado.

No entanto, a autoridade islâmica de Jerusalém voltou a repetir que o enterro no quartel-general, em Ramallah, será apenas provisório e que a sepultura definitiva será no mausoléu da mesquita de Al-Aqsa, na esplanada das mesquitas em Jerusalém, como era desejo de Arafat. Um desejo que conta com a oposição total de Israel. Esta manhã, o primeiro-ministro Ahmed Qorei apelava aos palestinianos para se unirem em oração e pedia a Deus para ajudar Arafat. Declarações proferidas à entrada para a reunião na Muqata, onde a cadeira de Arafat continua vazia, à espera que os responsáveis palestinianos elejam o seu sucessor. Provisoriamente, durante os dois meses após a morte de Arafat, será o presidente do parlamento, Rawhi Fattouh, a assumir a chefia da Autoridade Palestiniana. O favorito para ocupar o lugar de Arafat é Mahmoud Abbas, o número dois da OLP. Entretanto, no Egipto, prepara-se o funeral de estado do líder palestiniano. Segundo fontes governamentais será o próprio chefe de estado egípcio, Hosni Mubarak, a coordenar o funeral oficial de Arafat, antes do corpo ser trasladado para a Cisjordânia.