Última hora

Última hora

Líderes palestinianos preparam futuro sem Arafat

Em leitura:

Líderes palestinianos preparam futuro sem Arafat

Tamanho do texto Aa Aa

Caiu a noite na Palestina e não há sinais do interior da Muqata. Há várias horas que estão reunidos no quartel general, os líderes da OLP e do Fatah, o movimento criado por Arafat.

Depois das declarações proferidas pelo imã Tamimi, em Paris, à saída do hospital militar onde está Yasser Arafat, aguarda-se com expectativa o resultado desta reunião. Durante a tarde, várias dezenas de pessoas, sobretudo jovens, aguardaram junto à Muqata notícias do interior; ao fim da tarde houve mesmo uma manifestação de pouco mais de duas centenas de pessoas, em solidariedade para com o líder e em protesto contra Israel. Os manifestantes gritavam o nome de guerra de Arafat,Abu Amar, e palavras de ordem contra o Estado hebraico ameaçando marchar sobre Jerusalém. É a revolta pela não autorização por parte de Israel para que Arafat seja enterrado na Esplanada das Mesquitas na Cidade Santa. Na Muqata estão já a decorrer os trabalhos para preparar a sepultura de Arafat. Israel concorda com o enterro em Ramallah, mas já disse que vai impedir milhares de palestinianos de irem à Cisjordânia para participarem nas cerimónias. Mais um foco de tensão entre israelitas e palestinianos, no dia em que Sharon disse que uma nova era pode estar a nascer no Médio Oriente. Para já, sabe-se que quando a morte de Arafat for anunciada será o presidente do parlamento, Rawi Fattouh, a assumir a chefia da Autoridade Palestiniana durante dois meses, mas estão prometidas eleições.