Última hora

Última hora

Sexto dia de combates em Fallujah

Em leitura:

Sexto dia de combates em Fallujah

Tamanho do texto Aa Aa

A 50 quilómetros de Bagdade, os confrontos entre as forças norte-americanas e a guerrilha iraquiana concentram-se hoje nos bairros do sul da cidade sunita onde os marines passam a pente fino casa a casa em busca de armas e explosivos.

Fontes do Pentágono asseguram que 80% da cidade está já controlada e que os focos de resistência devem ser reduzidos nas próximas horas. Em Najaf o governo iraquiano impôs ontem à noite um recolher obrigatório enquanto no norte, a cidade de Mossul continua mergulhada no caos nas mãos da resistência depois dos militares norte-americanos terem abandonado a cidade na madrugada de ontem. Nesta ofensiva militar contra Fallujah, desencadeada com a autorização do primeiro-ministro iraquiano, Yad Allawi, com o objectivo de criar condições de segurança para levar o país a eleições em Janeiro próximo, já morreram 22 soldados norte-americanos e cinco iraquianos. Até ao momento não há informações sobre potenciais vítimas civis. As organizações humanitárias iraquianas entrincheirads em Fallujah qualificaram, no entanto, de “catástrofe humana” o que se vive no interior da cidade sunita declarando a existência de dezenas de cadáveres abandonados nas ruas.