Última hora

Última hora

Iraque: batalha de Fallujah a caminho do fim

Em leitura:

Iraque: batalha de Fallujah a caminho do fim

Tamanho do texto Aa Aa

As forças norte-americanas já controlam Fallujah, mas os combates continuam para eliminar os focos de resistência no bastião sunita, 50km a Oeste de Bagdade.

10 mil soldados participam na mais importante ofensiva desde a invasão do Iraque. A resistência estará reduzida a algumas centenas de combatentes entrincheirados na zona sul de Fallujah. As operações de limpeza, casa a casa, vão prolongar-se nos próximos 4 ou 5 dias. Até agora, 38 soldados norte-americanos foram mortos e 275 ficaram feridos nesta operação que fez ainda 6 baixas entre soldados iraquianos e 1200 nas forças rebeldes, segundo informou o exército americano. O número de baixas civis continua a ser uma incógnita mas, segundo a Amnistia Internacional, nenhuma das partes respeitou as regras de protecção dos civis e dos combatentes feridos. O Crescente Vermelho foi impedido de entrar no centro de Fallujah. Teme-se uma crise humanitária. Será difícil que a cidade de 300 mil habitantes esteja preparada para as eleições gerais previstas para Janeiro. A Norte, em Mossul, as forças americanas e iraquianas já retomaram o controlo da maioria das esquadras de polícia tomadas de assalto pelos rebeldes. A Oeste de Kirkuk, cinco poços de petróleo e um oleoduto que faz a ligação com a refinaria de Baiji continuam em chamas depois de terem sido sabotados pelos rebeldes. Um depósito no maior pipeline de exportação de petróleo para a Turquia foi também incendiado.