Última hora

Última hora

Alta do euro domina reunião do Ecofin

Em leitura:

Alta do euro domina reunião do Ecofin

Tamanho do texto Aa Aa

Os recordes históricos atingidos pelo euro estão no centro do debate, na reunião dos ministros da Economia e Finanças da União Europeia, hoje em Bruxelas.

Os ministros da Zona Euro culpam os Estados Unidos pela situação que levou ao enfraquecimento do dólar e consequente super-valorização da moeda única europeia, que atingiu na semana passada um máximo histórico acima de 1,30 dólares. Gerrit Zalm, ministros das Finanças da Holanda, país que ocupa a presidência rotativa da União, é porta-voz das preocupações: “No que toca às taxas de câmbio, os ministros estão de acordo: a volatilidade e os movimentos desordenados são indesejáveis para o crescimento econmómico. Este último movimento não é bem-vindo”. Palavras que não são mais que a repetição das preocupações de Jean-Claude Trichet, presidente do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu, que pela primeira vez foi cabal ao condenar esta alta do euro, considerada prejudicial para as exportações europeias. O assunto vai ser discutido também na reunião de ministros das Finanças do G-7 no fim-de-semana, em Berlim. O secretário norte-americano do Tesouro, John Snow, vai ouvir as críticas do eurogrupo, depois do encontro, esta tarde, com o ministro britânico Gordon Brown.