Última hora

Última hora

Início da segunda volta das eleições presidenciais ucranianas

Em leitura:

Início da segunda volta das eleições presidenciais ucranianas

Tamanho do texto Aa Aa

Começou às 08h00, 06h00 em Lisboa, a segunda volta das presidenciais na Ucrânia. Trinta e sete milhões de eleitores são chamados a escolher entre duas políticas: uma de aproximação ao Ocidente, a outra à Rússia.

O primeiro-ministro Viktor Ianukovich, apoiado pelo presidente cessante e pela Rússia, defende uma aproximação a Moscovo. Mas os analistas criticam duramente a sua política económica, em especial o recente aumento dos salários e pensões, que consideram ser uma ameaça ao crescimento económico do país. O outro candidato na corrida presidencial é Viktor Iushchenko, que promete uma reaproximação à União Europeia. Com a luta à corrupção no centro da sua campanha, dominada pela cor laranja, Iushchenko ameaça o adversário de provocar uma onda de protestos se houver fraude eleitoral. A ameaça acabou por dominar a declaração televisiva de ontem do presidente Leonid Kutchma. O chefe de Estado cessante apelou implicitamente ao voto em Ianukovic, o seu protegido, e disse que não vai tolerar “revoluções” no final de dez anos ao serviço da Ucrânia. Na primeira volta votaram cerca de 75% dos eleitores. Hoje espera-se uma taxa de participação ainda maior, tendo em conta o ambiente de debate e tensão que tomou as ruas ucranianas nos últimos dias.