Última hora

Última hora

Dívida iraquiana vai ser reduzida

Em leitura:

Dívida iraquiana vai ser reduzida

Tamanho do texto Aa Aa

Oitenta por cento da dívida iraquiana será perdoada, segundo o acordo conseguido pelos 19 países do Grupo de Paris, o que representa uma redução de um terço da dívida global do Iraque, avaliada pelos Estados Unidos em 125 mil milhões de dólares.

Esta decisão recebeu as felicitações de Washington no dia em que a Comissão Eleitoral iraquiana fixou a data das eleições legislativas para 30 de Janeiro de 2005. A confirmar-se serão as primeiras eleições multipartidárias depois de 46 anos de domínio de um partido único, o Baas. Nas ruas de Bagdade já se vêem os primeiros cartazes, embora oficialmente a campanha eleitoral comece apenas a 15 de Dezembro. Pelo menos 14 milhões de iraquianos irão às urnas, mas ainda há quem pense que é muito cedo: “Penso que as eleições deviam ser adiadas porque não há uma situação de segurança para o escrutínio. Penso que não há informação suficiente, não há segurança”, desabafa uma iraquiana. Os iraquianos deverão eleger 275 deputados para a Assembleia Nacional transitória que deverá estar em funções durante um ano. Esta assembleia deverá redigir a Constituição até 15 de Agosto, controlar o executivo e votar leis.