Última hora

Última hora

Convergência na conferência internacional sobre o Iraque em Charm-el-Cheikh

Em leitura:

Convergência na conferência internacional sobre o Iraque em Charm-el-Cheikh

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos e seus aliados encontraram um entendimento com os países adversários à guerra no Iraque para organizar na data fixada pelo Conselho de Segurança da ONU as eleições iraquianas no próximo dia 30 de Janeiro.

Mas o Egipto, a Jordânia e a Liga Árabe receiam problemas de segurança e invocaram a possibilidde de adiar o escrutínio a fim de permitir uma participação máxima dos sunitas cujos líderes ameaçaram com um boicote. A maoria xiita oprimida durante o regime de Sadam Hussein insiste para que oo calendário eleitoral seja respeitado enquanto que 20% da população, os sunitas, querem ver alterada esta data. À margem de Charm-el-Cheikh o Secretário de Estado norte-americano, Collin Powel conversou com o chefe da diplomacia iraniana, Kamal Kharazi. Uma troca excepcional de palavras entre representantes de dois países que cortaram relações diplomáticas há 25 anos. Na conversa mantida ficou claro que os dossiês como o Iraque e o Energia Nuclear não foram abordados. Washinton acusa regularmente o Irão de se emiscuir nos assuntos iraquianos e de promover a desestabilização do país.