Última hora

Última hora

Abdullah Gul em Haia para tomar o pulso à adesão da Turquia

Em leitura:

Abdullah Gul em Haia para tomar o pulso à adesão da Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A menos de um mês da cimeira de onde deverá sair o “sim” ou “não” à abertura de negociações com a Turquia, Abdullah Gul foi a Haia (Holanda). O ministro dos Negócios Estrangeiros de Ancara espera que a presidência holandesa da União lhe comunique a posição de todos os Estados membros sobre o dossiê da adesão turca.

Gul aproveitou para garantir que todas as reformas legislativas estarão em vigor antes do Conselho Europeu de Dezembro. Trata-se dos seis projectos relativos à liberdade de associação, aos direitos religiosos e aos procedimentos judiciais. O ministro holandês dos Negócios Estrangeiros manifestou-se satisfeito com a visita do seu homólogo turco. Bernard Bot afirmou, recentemente, que a Turquia poderá entrar na União em 2015, se as negociações começarem já no próximo ano e se o país continuar na via das reformas. Em Outubro, a Comissão Europeia publicou um relatório favorável à abertura das negociações com Ancara, mas onde colocava algumas reservas – sobretudo no que toca à liberdade religiosa, o que muito irritou o governo turco. Bernard Bot garantiu que o relatório de Bruxelas servirá de base, mas a decisão final cabe aos Vinte e Cinco.