Última hora

Última hora

Europa faz mais um esforço para levar Japão a aceitar reactor ITER em França

Em leitura:

Europa faz mais um esforço para levar Japão a aceitar reactor ITER em França

Tamanho do texto Aa Aa

Para sair do impasse, a União Europeia propõe, esta sexta-feira, ao Japão, uma parceria, em troca da construção do reactor ITER em França. Para Tóquio, poderão ficar outras actividades complementares ao projecto, como, por exemplo, os testes dos materiais destinados à fusão.

O sítio de Cadarache, no Sul da França, é apoiado pela Rússia e pela China e concorre com o de Rokkasho-mura, no Japão, uma opção inicialmente defendida pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul, que agora estão mais neutros. A Europa já ameaçou avançar com a construção do reactor em França, acompanhada pelos parceiros que o desejarem. Mas os ministros da Concorrência querem dar mais uma hipótese a Tóquio de aceitar a vontade europeia. Até ao final do ano esperam uma decisão. Orçado em mais de nove mil milhões de euros, o ITER é um reactor de fusão termonuclear, que visa reproduzir a energia do sol. O projecto é experimental e só dará frutos daqui a 30 anos.