Última hora

Última hora

Euro fecha semana com novo recorde

Em leitura:

Euro fecha semana com novo recorde

Tamanho do texto Aa Aa

O euro fechou a semana com mais um recorde histórico e mais uma barreira psicológica ultrapassada. A moeda única europeia passou, esta sexta-feira, os 1,33 dólares. Acabou depois por descer, durante a tarde, para um valor pouco abaixo dessa marca.

O dólar está em queda livre e atingiu novos mínimos, esta sexta-feira, não só face ao euro como também em relação a outras divisas e ao ouro. Esta foi uma semana infernal para os câmbios. Depois de ter atingido a marca psicológica de 1,30 USD, a moeda única europeia não parou de crescer e todos os dias atingiu novos recordes. A China é a principal responsável pela última queda do dólar, já que o governo local anunciou que iria reduzir as reservas de obrigações do tesouro norte-americanas para 180 mil milhões de dólares. A China é o segundo país mundial em termos de posse destes papéis. Da Rússia vieram também notícias que fizeram cair o dólar. O Banco Central russo pondera aumentar o peso dos euros na reserva de divisas, em detrimento da moeda norte-americana, que é, até agora, a referência em termos monetários. A pressão é cada vez maior sobre os decisores norte-americanos para que revejam as políticas monetárias e permitam uma subida do dólar. Essa pressão vem, sobretudo, da Europa, que beneficia do euro forte até um certo ponto, mas sofre se a moeda atingir um preço demasiado alto, o que está a acontecer. Jean-Claude Trichet, presidente do Banco Central Europeu, já se mostrou preocupado.