Última hora

Última hora

Economia ucraniana regista forte ascensão na Europa

Em leitura:

Economia ucraniana regista forte ascensão na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A economia ucraniana tem registado o maior crescimento na Europa. Esta assenta sobretudo num sector industrial, que representa 40 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) e um quarto dos postos de trabalho, e um sector agrícola que representa 25 por cento do PIB.

Em 2004, o crescimento económico ucraniano situa-se nos seis por cento; a inflação apresenta o mesmo valor; a dívida externa está avaliada em nove mil milhões de euros; e em 2003, o PIB per capita era de 4.150 euros. As duas principais riquezas do país são um solo rico em minerais e uma terra extremamente fértil. A Ucrânia é um grande exportador de produtos agrícolas. Cinco por cento das reservas minerais do planeta estão concentradas no este do país. Aqui existem 80 tipos de minerais, nomeadamente carvão e ferro de muito boa qualidade. Mas a Ucrânia é também um importante fabricante de equipamentos industriais e de maquinaria pesada: locomotivas, carris, aviões de passageiros e de mercadorias e navios. A indústria química está também bem desenvolvida, bem como a indústria aeroespacial e de defesa com 500 empresas recenseadas e cujos produtos têm reputação de ser fiáveis. Do ponto de vista financeiro, o antigo fornecedor de armamento da URSS, passou pela mesma transição dolorosa dos outros países comunistas, mas a partir de 1991 passou a ter o apoio dos Estados Unidos. Kiev recebeu de Washington dois milhões de euros de ajudas, ficando apenas atrás de Israel e do Egipto. A União Europeia enviou 1,15 mil milhões de euros de ajuda financeira e humanitária para o país. Em 1998, a seguir à crise monetária russa, a Ucrânia começou a dirigir-se para um economia de mercado. Actualmente, 50 por cento da economia ucraniana é gerida pelo sector privado. Mas a corrupção e a burocracia continuam a ser um entrave a um maior desenvolvimento.