Última hora

Última hora

Regiões russófonas querem referendar maior autonomia de Kiev

Em leitura:

Regiões russófonas querem referendar maior autonomia de Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

A crise está a criar cisões irremediáveis no seio da população ucraniana. Em Severodonetsk, o Congresso das Regiões Russófonas da Ucrânia defendeu, diante de 30 mil pessoas, a criação de um estatuto de autonomia no âmbito de uma federação.

Um projecto que deverá ser referendado no dia 5 de Dezembro, mas que é rejeitado liminarmente pelo candidato pró-governamental. De resto, Ianukovitch pediu aos seus apoiantes para não tomarem medidas radicais que possam terminar num banho de sangue. Viktor Tikhonov, presidente do Congresso, ameaçava no final do encontro que as regiões do Leste da Ucrânia poderiam tomar todas as medidas consideradas oportunas para se defenderem daquilo a que chamam o golpe de estado e a apropriação ilegítima do poder pela oposição. Esta cisão poderá culminar no desmoronamento do Estado ucraniano saído da independência em 1991. Uma falência que, para além de ser política e social, é também cada vez mais económica. Reunido com o primeiro-ministro e com o Conselho de Segurança Nacional, Leonid Kuchma alertou os dois campos para as consequências que esta crise está a ter na economia do país.