Última hora

Última hora

Gazprom avança para compra da Iugansk

Em leitura:

Gazprom avança para compra da Iugansk

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo estatal russo Gazprom vai candidatar-se à compra da maioria dos activos da principal divisão da petrolífera Iukos, a Iugansk, que o Estado vai vender em hasta pública no dia 19 de Dezembro.

Esta iniciativa do grupo estatal era já esperada. O monopólio de gás natural é visto como provável vencedor deste leilão e corre em parceria com o Deutsche Bank. Serguei Bogdanchikov, presidente da filial petrolífera da Gazprom, a Gazpromneft, diz que “a empresa, juntamente com o banco alemão, estudou vários elementos e chegou à conclusão de que a compra da Iugansk seria a melhor hipótese”. Esta compra é um passo de gigante naquilo a que muitos chamam a “re-nacionalização” da Iukos. A venda foi decretada, pelo Estado, para cobrir parte das dívidas da petrolífera, que levaram à prisão o antigo homem-forte do grupo, Mikhail Khodorkovski. Com esta aquisição, a Gazprom pode saltar do quinto para o primeiro lugar em termos de produção de petróleo na Rússia, já que a Iugansk representa grande parte da produção da Iukos, estimada em 1,7 milhões de barris por dia. Para muitos, esta é uma manobra do Kremlin para regressar a uma economia centralizada e, ao mesmo tempo, castigar os opositores, isto porque Khodorkovski era um conhecido financiador dos partidos da oposição. Já o patrão da Gazpromneft é tido como uma pessoa próxima do presidente Vladimir Putin. A Gazprom está, entretanto, em processo de fusão com outro grupo petrolífero estatal, a Rosneft.