Última hora

Última hora

UE quer arquivar dados de sms, emails e outras comunicações

Em leitura:

UE quer arquivar dados de sms, emails e outras comunicações

Tamanho do texto Aa Aa

Para melhor lutar contra o terrorismo, que dados arquivar nas comunicações telefónicas e electrónicas? Esta é a pergunta à qual tentam responder os ministros da Justiça da União Europeia. Sem violar a privacidade dos cidadãos nem conservar o conteúdo das mensagens, poderá ser preciso recolher e arquivar dados como o número telefone ou endereço de email do emissor e do destinatário, ou a hora e duração da chamada ou do sms. Um grupo de trabalho vai estudar a questão.

Os ministros discutiram também os progressos da mandado de captura europeu. A Itália é um dos países que ainda não ratificou a respectiva lei. O italiano Franco Fratini, actual comissário da Justiça, garantiu que o seu governo concorda que “é preciso aprovar a lei rapidamente”. E prometeu que a Comissão vai “continuar a insistir, e a exercer o seu mandato sempre que houver outros atrasos”. Fratini rematou dizendo: “Espero que não haja.” Outro instrumento necessário para proteger a União do terrorismo e da criminalidade é o cadastro europeu. Os ministros querem agilizar as trocas de informações sobre condenaçoes entre Estados membros. A hipótese de colocar em rede os cadastros dos Estados membros também está a ser analisada.