Última hora

Última hora

Índia: Vinte anos depois Bhopal ainda espera justiça

Em leitura:

Índia: Vinte anos depois Bhopal ainda espera justiça

Tamanho do texto Aa Aa

O dia da tragédia de Bhopal, na Índia, foi lembrado por centenas de familiares das vítimas de um dos acidentes químicos mais graves do mundo. O dia do horror foi há 20 anos mas mais de 3.500 pessoas morreram nos dias seguintes à fuga de um gás tóxico das instalações de uma fábrica norte-americana.

Hoje em dia são mais de 15 mil as vítimas deste acidente e até hoje a justiça não encontrou qualquer responsável pelo sucedido. A tragédia produziu-se no dia 3 de Dezembro de 1984, durante a noite, o gás mortal espalhou-se num raio de 20 quilómetros quadrados. O responsável por esta fábrica de pesticídas, Warren Andersen, principal acusado na Índia por homícidio, fugiu para os Estados Unidos e nunca compareceu diante do tribunal. Em 1999 foi aberto um processo em Nova Yorque pela Associação das Vítimas de Bhopal para obrigar os proprietários a limparem os restos dos produtos químicos abandonados na fábrica, substâncias altamente tóxicas que, desde então, se infiltraram no solo e contaminaram as águas que servem a população.