Última hora

Última hora

França julga homem que tentou matar Chirac

Em leitura:

França julga homem que tentou matar Chirac

Tamanho do texto Aa Aa

O homem que queria entrar para a História como o assassino de Jacques Chirac começou a ser julgado, ontem, num tribunal de Paris. Maxime Brunerie, de 27 anos, é acusado de planear a morte do presidente francês, fazendo uso de uma espingarda que tinha escondido numa caixa de viola. O réu pode vir a enfrentar a pena de prisão perpétua.

Os advogados de defesa vão colocar em questão os exames psiquiátricos efectuados no ano passado, que determinaram que Brunerie não sofre de perturbações mentais que impeçam um processo judicial normal. Foi graças à intervenção dos espectadores das celebrações do Dia da Bastilha, há dois anos, nos Campos Elíseos, que o pior não aconteceu. Brunerie, ligado a ao Movimento Nacional Republicano da extrema-direita, explicaria mais tarde a intenção de fazer um acto “escandaloso” que culminaria com a sua própria morte.