Última hora

Em leitura:

Collin Powell: o adeus do "amigo americano" da Europa


Mundo

Collin Powell: o adeus do "amigo americano" da Europa

O mais europeu dos membros da administração Bush realizou hoje a sua última visita a Bruxelas. Uma deslocação marcada pela crise ucraniana e pela tensão com Moscovo, antes de ser substituído no Departamento de Estado por Condoleeza Rice, especialista em temas russos.

Numa entrevista exclusiva concedida à EuroNews, Powell relativiza todas as comparações com a guerra fria, lembrando que cada nação democrática tem o direito de gerir as suas relações com o Ocidente e com a Rússia sem que exista uma competição. “Creio que em países como a Geórgia ou a Ucrânia, as intenções dos Estados Unidos e do Ocidente são de permitir que estas nações possam escolher livremente como querem e por quem querem ser governadas. Não há razão para ver este objectivo como uma forma de competição entre o Ocidente e a Rússia. A Geórgia e a Ucrânia bem como as outras nações que seguem o caminho para a democracia deverão manter boas relações quer com a Rússia quer com o Ocidente”.