Última hora

Em leitura:

Uma luz ao fundo do túnel para a Ucrânia sair da crise


mundo

Uma luz ao fundo do túnel para a Ucrânia sair da crise

Os deputados ucranianos conseguiram chegar a acordo e adoptaram esta quarta-feira a reforma constitucional, que tem como objectivo reduzir os poderes presidenciais e a introdução de emendas à lei eleitoral, tendo em vista limitar as possibilidades de fraude para as próximas legislativas, previstas para 26 de Dezembro.

Espera-se assim pôr termo ao braço de ferro entre a oposição de Viktor Iuschenko e o presidente cessante Leonid Kutchma, que promulgou imediatamente os dois textos, tendo declarado ser este “um acto de reconciliação e a prova de que a Ucrânia está unida”. O parlamento aprovou também a dissolução da comissão eleitoral central, uma exigência da oposição depois das eleições fraudulentas de 21 de Novembro. Os parlamentares preparam-se agora para votar os novos elementos deste organismo. O presidente Kutchma apresentou uma lista de 19 nomes para os 15 lugares disponíveis. Na praça da Independência, em Kiev, os apoiantes de Viktor Iuschenko não arredam pé pela terceira semana consecutiva.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ucrânia: Oposição e governo não chegam a acordo sobre reformas eleitorais