Última hora

Última hora

Opel vai eliminar 10.000 empregos na Alemanha

Em leitura:

Opel vai eliminar 10.000 empregos na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

A General Motors anunciou, esta quinta-feira, os pormenores do plano de reestruturação da divisão europeia. Os trabalhadores alemães da Opel, tal como previsto, vão pagar o grosso da factura. Dez mil postos de trabalho vão ser eliminados no país. Ao todo, na Europa, vão desaparecer 12.000 empregos.

O plano tinha sido anunciado em Outubro. A empresa esteve, desde essa altura, em negociações com os sindicatos, que se dizem agora satisfeitos com o resultado. A Opel quer evitar os despedimentos forçados. A redução dos quadros vai fazer-se, sobretudo, através de reformas antecipadas. “Estamos aliviados, sobretudo depois de saber o nível das indemnizações”, diz um trabalhador. Para aqueles que não estão abrangidos pelas reformas antecipadas, a Opel comprometeu-se a pagar uma acção de formação e um ano de salário. A fábrica mais afectada é a de Ruesselsheim, perto de Frankfurt, onde está instalada a sede. Aqui, vão desaparecer 6500 postos de trabalho. O plano vai ser aplicado ao longo de dois anos. Nos últimos quatro anos, a GM tem tido prejuízo na Europa, onde controla quatro marcas: Opel, Vauxhall, Saab e Chevrolet.