Última hora

Última hora

OPEP corta excedente em um milhão de barris por dia

Em leitura:

OPEP corta excedente em um milhão de barris por dia

Tamanho do texto Aa Aa

Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) vão passar a produzir menos. Na reunião extraordinária do Cairo, esta sexta-feira, decidiram manter as quotas de produção e ao mesmo tempo cortar o actual excedente em um milhão de barris por dia. Depois de ter atingido novos máximos históricos em Outubro, o preço do barril perdeu 23 por cento. O cartel quer, com este novo corte, controlar a queda.

A redução do excedente entra em vigor a um de Janeiro do próximo ano. Esta posição não é consensual. A Arábia Saudita, que é o maior produtor do Mundo e membro mais poderoso da OPEP, diz que é necessário um aumento das reservas antes de haver um corte na produção. O indonésio Purnomo Yusgiantoro, presidente em exercício da OPEP, diz que “o estudo a longo prazo ainda não está concluído e isso deve ser feito na reunião de Viena, no final de Janeiro”. Apesar da recente queda, os preços do barril cresceram mais de 30 por cento desde o início do ano. Os mercados já reagiram à decisão. O barril está em alta. Em Londres, o Brent está cotado a mais de 40 dólares. Em nova Iorque, o crude WTI ultrapassa os 43 dólares por barril.