Última hora

Última hora

Augusto Pinochet processado pela Operação Condor

Em leitura:

Augusto Pinochet processado pela Operação Condor

Tamanho do texto Aa Aa

Aos 89 anos, Augusto Pinochet foi colocado em prisão domiciliária e será levado a tribunal pelos crimes cometidos durante a Operação Condor que, nos anos 70, teve como objectivo eliminar fisicamente opositores de esquerda e de extrema-esquerda das ditaduras da América Latina.

A decisão foi anunciada pelo juiz chileno, Juan Guzman, esta segunda-feira. O antigo general é acusado do sequestro de nove pessoas, cujos corpos nunca foram encontrados, quando ocupou o poder entre 1973 e 1990. Há quatro anos, o Juiz Guzman processou o antigo ditador por cumplicidade em 57 homicídios e sequestros, pelo caso que ficou conhecido como Caravana da Morte, mas, para indignação dos familiares das vítimas, o Supremo Tribunal absolveu-o, baseando-se em exames médicos que determinavam uma demência leve a moderada. Dois psiquiatras confirmaram o diagnóstico mas um terceiro atribui estas falhas de memória à avançada idade. Desta vez, o juiz considerou Pinochet capaz de “distinguir entre o bem e o mal”, depois de uma entrevista “lúcida”, dada o ano passado a uma televisão de Miami.