Última hora

Última hora

Parlamento Europeu vota início das negociações de adesão com a Turquia

Em leitura:

Parlamento Europeu vota início das negociações de adesão com a Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Os eurodeputados votam, esta quarta-feira, o relatório do holandês Camiel Eurlings favorável ao início das negociações de adesão com a Turquia. Os parlamentares que se opõem ao relatório conseguiram para já uma vitória, a de que o voto seja secreto, permitindo àqueles que nunca ousariam votar contra de o fazerem.

No entanto, espera-se que o relatório seja aprovado mesmo se não tem qualquer peso jurídico, como referiu o presidente do parlamento, Josep Borrell, aos microfones da EuroNews. “O voto do parlamento é muito importante politicamente. Neste momento, não é vinculativo juridicamente e o conselho não é obrigado a tê-lo em consideração. Mas no final do processo de negociações – se elas começarem e terminarem -, quando acabarem, a última palavra será a do parlamento. O parlamento é decisivo e é melhor que se implique no início do que no final do processo”. Com ou sem peso jurídico, esta votação vai ser seguida de muito perto na Turquia, já que é um sinal enviado aos 25 na véspera do início do Conselho Europeu, que termina na sexta-feira. Entretanto, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, dirigiu-se aos deputados no parlamento de Ancara. O chefe de governo disse estar optimista, mas voltou a abordar um aspecto do seu optimismo já expresso aos embaixadores dos países dos 25 em Ancara. A Turquia dirá não se lhe forem apresentadas condições inaceitáveis para o início das negociações e só aceitará negociações que terminem com a adesão do país à União Europeia.