Última hora

Última hora

Quarenta anos de esforços diplomáticos para abrir as portas da União Europeia à Turquia mereciam no mínimo uma festa

Em leitura:

Quarenta anos de esforços diplomáticos para abrir as portas da União Europeia à Turquia mereciam no mínimo uma festa

Tamanho do texto Aa Aa

No aeroporto de Istambul, ontem à noite, o primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan foi recebido com pompa e circunstância pelos milhares apoiantes do Partido da Justiça e do Desenvolvimento. Está fixada a data em que vão começar as negociações para a adesão da Turquia. Será a 3 de Outubro do ano que vem. No entanto, a entrada no clube europeu só poderá ser concretizada depois de 2014.

O presidente da Comissão, Durão Barroso, já afirmou que só depois do próximo quadro comunitário de apoio se poderá efectivar a adesão. No entanto, é bom lembrar que a Turquia está apenas com um pé na Europa e não há garantias de que a entrada na União alguma vez seja concretizada. A marcação de uma data para o início das negociações não foi fácil. A questão do reconhecimento de Chipre, um membro de pleno direito entre os Estados europeus foi sempre um fantasma que ensombrou as conversações e quase deitou tudo a perder.